terça-feira, 4 de abril de 2017

G.A.A Sexta Tarefa Como Oferta

Interessante este tema,aliaís como sempre e é muito bom para crescermos cada vez mais espiritualmente. Nessa tarefa Cris nos fala sobre ser discreta com nossas vestimentas,o modo de agir,andar,falar... Bem como sou de 19 e antigamente eu me considero super discreta,até porque uma moça que não fosse discreta na minha época era tachada como periguete, uma senhora que usava esmaltes ou batom vermelhos pior ainda,tatuagens nem se fala. Tivemos uma educação muito rígida, mulher de calça comprida nem pensar. Tudo bem tínhamos que aceitar toda a rigidez de meus pais sem falar nada. Meu maior desejo era usar calças comprida e quando começou sutilmente a ser liberado calça comprida para a ala feminina eu que sempre fui a ovelha negra da família no meio de sete irmãos cheguei na escola com uma novidade, falei para a minha mãe que eu tinha que está uniformizada  dentro de uma semana,mas não seria saia e sim calça comprida. Claro que isso era mentira,nunca recebi essa ordem,mas falei pra minha mãe e como ela era costureira ela mesma fez a calça azul marinho,e deste dia em diante não parei mais de usar.
Porém não uso nada extravagante,nunca usei,meu baton é sempre clarinho,não gosto de moda,gosto de me sentir confortável. Mas também não poderia ser diferente, já que fomos acostumadas a não usar nada que chamasse a atenção dos outros. 
E quanto as outras mudanças, eu preciso mudar e muito em algumas que estão citadas ali, como por exemplo como é que eu trato as pessoas. Eu acho que nesse quízito  preciso mudar um pouquinho, principalmente com o  patrão.  Mas de agora em diante eu vou pedir a Deus para me ajudar a melhorar. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário


A mulher virtuosa de Provérbios 31 possuía vários atributos que a faziam ser uma mulher especial...Você também pode ser uma dessa.